Grupos

\ Forum



 
HTMX11B - FII Hotel Maxinvest BUZATTO em 26/10/2011 23:20 com 66 respostas
Será se vale a pena eu manter a minha carteira de HTMX11B, pois apesar de estar pagando bom yield mensal, o valor da cota vem caindo , provavelmente pela venda de flats.Grato!
evs em 26/10/2011 23:26
Nos ultimos comunicados eles anunciaram a decisão de vender todos os flats antigos.
Não entendi se eles vão comprar novos ou se vão encerrar o fundo...
evs em 27/10/2011 10:54
tetzner, voce sabe se eles vão encerrar o fundo ou não?
Brambilla em 27/10/2011 20:17
É legal lembrar tb que pode ter muita gente realizando a venda pra obter lucro. vai que algum avô comprou um milão de cotas a R$ 100,00 e agora tá feliz...
Brambilla em 27/10/2011 20:19
Pelo que sei o Fundo não pretende acabar. Mas tb não faço idéia se vão amortizar toda a grana das vendas ou aumentar portfólio. Alguém sabe? De repente alguém mandou email pra administradora perguntando.
Vii em 28/10/2011 12:34
Caros, conforme relatorio do administrador:
"Fundo Maxinvest inicia agora um longo ciclo de desinvestimento com o objetivo de realizar o lucro com venda dos flats, obtido em raza~o da valorizac¸a~o destas unidades hoteleiras. Essa estrate´gia sera´ desenvolvida de maneira lenta e gradual, procurando maximizar o ganho final dos cotistas."
soniaamaral em 29/10/2011 16:56
ponderado a decisao de investimento de cada pessoa, sob sua inteira responsabilidade e risco, minha análise é de que o setor nao tem como atender aa toda demanda prevista para os proximos anos, e dessa, forma, se mantera aquecido e, por consequencia, minha analise leva a crer que continuará com bom Y.
raffi em 02/11/2011 07:31
não ter entrado nesse fundo no lançamento é o maior arrependimento da minha vida de investidor.

Não dá pra acertar em todas.

Se estão vendendo os flats é porque o preço valorizou bastante e os administradores resolveram que o fundo deve embolsar os lucros.

Nada mais normal para quem entende de imóveis.

Do que eu fico sabendo de orelhada já tem muita gente endinheirada, vendendo imóveis em SP diante de preços tão absurdos no mercado.

Tem gente que prega no mercado de ações que é pra sair no momento de euforia. No mercado imobiliário este é o momento de euforia.
evs em 14/11/2011 17:43
Hoje andaram "varrendo" as ordens de compra do HTMX11B que estavam na pedra. A cotação bateu em R$ 206, mas depois se recuperou um pouco...
M39 em 17/11/2011 16:24
Muito embora, tenha sido aprovado em AGE a amortização de parte das cotas do fundo com distribuição aos cotistas, e tenham sido distribuídos R$4,20 em Setembro, a BM não deixa claro em relatório que o objetivo seja a extinção do fundo.

Como a administradora recebe uma taxa de performance de 20% sobre o ganho de capital, é vantajoso a venda das unidades neste momento. Mas, se a extinção de fato vier a ocorrer, acredito que o valor da cota já está, mais ou menos, ajustado ao valor de mercado dos imóveis, veja :

Quantidade atual de flats em carteira : 590
Qt de cotas : 714.516
Valor da cota hoje (17/11) : 218,00
Qt cotas x valor de mercado da cota : 155.764.488,00
Valor de cada flat de acordo com o valor da cota atual : 264.007,00

Este valor unitário por flat parece estar em linha com o valor médio atual de mercado para S. Paulo. Veja em : Hotel Invest | Condo-hotéis à venda

O problema é que não sabemos quando serão feitas as amortizações. Quem entrar a este valor e segurar até a extinção, se houver, tenderá a receber de volta em amortizações, aproximadamente o valor que pagou na cota, salvo valorização ainda maior no valor dos flats no futuro.

Assim, para mim, quem entrou antes e, principalmente no lançamento, tá rindo de orelha a orelha, mas quem quiser aproveitar as amortizações e ganhos de capital deve avaliar com bastante cuidado.

Abraço.
guitar_joe em 01/12/2011 16:48
M39, estava lendo o relatorio do 2º trimestre de 2011 e achei este texto:

"Durante os meses de maio, junho e julho foram vendidos 16 apartamentos por valores, em média, duas vezes e meia superior ao valor de aquisição. Todo o lucro gerado com a venda destes imóveis, na ordem de R$ 1 milhão, foi distribuído aos cotistas."

Se y=valor que foi vendido o apto
x = valor original

e y = 2,5x
e y-x = 1.000.000

Então o valor de cada apto vendido foi de R$104.166.

Achei muito barato esses apto´s, mas é o que está escrito no relatório.

Aqui em Curitiba é normal comprar flat por esse valor, mas em SP não conheço o mercado.
evs em 05/12/2011 13:16
Esse mês terá uma nova restituição de capital do HTMX11B.
Alguém sabe qual o tratamento tributário dessa devolução?
Teoricamente seria uma venda, mas para isso teríamos que saber qual é o valor de aquisição a ser considerado, para:
- saber se essa venda foi com lucro ou prejuízo
- saber qual valor abater do valor de aquisição do fundo, para o caso de futura venda das cotas
evs em 05/12/2011 15:01
Não entendi. Esses 1,27 que eles vão devolver não isentos porque não é rendimento mensal, mas também não dá para considerar tudo como lucro na venda...
evs em 05/12/2011 15:32
Que eu saiba a administradora não faz retenção nenhuma.
O caso do RBAG é mais complicado ainda, pois a pessoa pode comprar a cota por 100, receber 40 de restituição e depois vender as contas por 80 (se considerar só a compra (100) e venda (80) não tem que pagar nada - só que a receita não deve achar isso...)
Possivelmente a receita vai dizer que voce deveria pagar o IR sobre o lucro (80 - 60)...
André.PC em 05/12/2011 17:53
Amortização tem efeito tributário. Valores "devolvidos" via amortização baixam o seu PM declarado no DIRPF.

Ex.: Comprou XPTO11 a R$ 77,19. Durante o ano recebeu R$ 8,00 de rendimentos e R$ 3,15 de amortização.

No caso de venda a R$ 78,00 tem de apurar (e pagar) lucro sobre 3,96. No caso de não vender, tem de declarar no fim do ano o preço médio de aquisição em R$ 74,04.
André.PC em 05/12/2011 17:58
E, para constar: não misturar o ajuste que a bolsa faz por ocasão de eventos acionários (split, inplit, dividentos, JCP, amortização, etc) com efeitos tributários. Cada evento acionário tem (ou não) um efeito tributário específico. Alguns coincidem, mas isso não é regra.

Dividendo causa ajuste de preço de pedra, não causa ajuste de PM fiscal e é isento. JCP causa ajuste de preço de pedra pelo líquido, não causa ajuste de PM fiscal e não é isento. Amortização causa ajuste de preço na pedra, causa ajuste de PM fiscal e é isento.
evs em 05/12/2011 19:26
cpf, isso é mais ou menos o que eu acho que deve ser feito no caso do HTMX11.
Neste caso o efeito na declaração seria só a redução do valor original (caso as cotas nao sejam vendidas). O recebimento da restituição de capital não geraria incidencia de IR

Já no caso do RBAG pode ocorrer uma situação diferente caso alguem conseguiu comprar num valor de mercado inferior ao valor de capital atual da conta (ex: compra a menos de R$ 100,00 antes da primeira restituição de capital), pois em tese a(s) ultima(s) restituição(ões) do capital seria(m) com lucro...
André.PC em 05/12/2011 20:19
Concordo, também em tese. A dureza é conseguir a *instrução* disso, mas como vai acontecer de ter gente a segurar a cota de FIIs contábeis de tempo determinado (RPAG/RBPR) até o final, será um assunto que vai pipocar cedo ou tarde. Seria o caso de adiantar isso com a Receita e/ou com a administradora do fundo.

Para quem tem já tem as cotas, vale a pena chatear a administradora desde já para ir fazendo o planejamento tributário dessa "situação nova", por assim se dizer.
Dias1 em 05/12/2011 23:21
Afinal de contas, HTMX11B está valendo a pena comprar a R$ 220 ?
Não sei avaliar por causa da amortização. Alguém consegue fazer a conta pra saber se vale a pena comprar a cota a R$ 220 ou a amortização vai fazer o valor da cota cair tanto que não vale a pena comprar ?
André.PC em 06/12/2011 01:46
"Não". Não vale a pena.

Pelo menos não considerando o valor de avaliação de Dez/2010. Não é um dado tão recente, e teve a aquisição de novas unidades, então não é uma resposta definitiva.

Em mais uns meses sai uma nova reavaliação. E por ser um FII de imóvel físico, a amortização não é importante nessa questão. Apenas valor da cota vs fluxos futuros.
eden21 em 06/12/2011 12:09
Cpf216: poderia explicar melhor esse calculo de amortizacao para imposto de renda? Ou ja vem tudo declarado "mastigado" no papel para declaracao de IR? E para calcular se o preco da cota esta valendo a pena ou nao, considerando ou nao as amortizacoes, como se faz?
André.PC em 06/12/2011 13:06
eden21: No caso de compra de FII você apura preço médio igual a ações. No caso de vendas, apura lucro/prejuízo igual a ações. No caso de recebimentos:
- Dividentos são declarados como tal, em Rendimentos Isentos ou Rendimentos Tributados, dependendo do fundo/sua posição no fundo.
- Amortização: você baixa o seu PM médio, afetando:
-- O calculo de futuras vendas
-- A declaração patrimonial (bens e direitos) na DIRPF

Não tem muito mais que isso não, afora detalhes de datas de pagamento. Persistindo dúvidas, ponha exemplos como eu fiz, números e data, para a discussão.

Não, não tem nada mastigado. A administradora não sabe o seu PM, então não pode calcular isso para você.

Calcular o preço da cota no caso de amortizção: "Depende".

Se é um FII de imóvel físico ou um fundo contábil com prazo indeterminado, é na base do fluxo de caixa: qual o valor estimado dos imóveis / numero de cotas, simplesmente (imóvel físico) ou fluxo financeiro futuro te interessa ou não (fundo contábil prazo indeterminado).

Se é FII contábil de prazo determinado: 1. não mexa; 2. é a mesma conta de fluxo de caixa descontado, mas preocupado com o prazo de expiração (cálculo de TIR/CET). O que ainda assim deixa o cálculo muito grosso, pois a variável prazo é muito aberta.
eden21 em 06/12/2011 20:22
Cpf216: obrigada pela atencao! Puxa, sao muitos detalhes! Se possivel, gostaria de sua ajuda mais para frente, quando ja tiver todos os dados para declaracao. Quando iniciei em FIIs, em maio deste ano, a orientacao que tive eh que receberia tudo no informe de IR, como se fosse um fundo de investimento, "mastigado"!....
eden21 em 07/12/2011 08:09
Tetzner e Cpf: pensava que amortização entraria como Rendimentos Isentos, discriminada no informe de IR. Entao, eu, obrigatoriamente e manualmente, devo somar as amortizaçoes recebidas durante o ano e depois subtrai-las do PM de compra na Decl de Bens?
André.PC em 07/12/2011 09:50
"Entao, eu, obrigatoriamente e manualmente, devo somar as amortizaçoes recebidas durante o ano e depois subtrai-las do PM de compra na Decl de Bens?"

Sim. Tem uns detalhes (ainda) menos óbvios com relação a datas "com" versus datas "ex" rendimento, mas basicamente é isso ai, caso você vá levar um RBAG/RBPR da vida até o pó.

E amortização NÃO é rendimento, portanto não deve ser declarado como tal.
eden21 em 07/12/2011 13:22
Tetzner e Cpf: valeu, obrigada pelas orientações!
Dias1 em 15/12/2011 10:59
Resta saber se o capital que será amortizado, pagará os R$ 215 da cota.
Acho que o fundo acaba e não consegue distribuir R$ 2 de amortizaçao por cota durante 100 meses.

Voce compra a cota hoje por R$ 220, recebe 30 meses de R$ 2 de amortizacao e o fundo acaba. Prejuiso enorme.
Doutorchefe em 15/12/2011 15:57
Quem mamou, mamou, quem não mamou, espera o próximo!
Dias1 em 18/12/2011 23:19
Alguem sabe o valor patrimonial da cota do HTMX11B ?
Dias1 em 23/12/2011 12:01
O que são os leilões que acontecem com o HTMX de 3 milhões ? Ontem houve um e mês passado também.
Dias1 em 23/12/2011 12:38
Obrigado pela explicação, Tetzner.

Estranho por que esses leilões só acontecem com o HTMX e não em outros fundos. Teria a ver com as vendas de apartamentos?

E por que são feitos leilões e não venda a mercado ?
wzm em 23/12/2011 16:19
Devido a resposta obtida do RI do hotel, voce pretende continuar comprando cotas, caso elas continuem no top 5 Tetzer?
Parabéns pelo chat, vi a reprise do dia 21, vai ter toda quarta?
André.PC em 24/12/2011 13:17
Dias1: os leilões são vendas a mercado. As ordens que lançar no ativo durante os leilões interferem nos leilões.
Dias1 em 29/02/2012 13:19
R$297 a cota ! tá com cara de bolha isso ai.
Para um fundo que a cota vai a zero e nem sabemos o prazo em que isso vai acontecer, é muita valorização.

Tem cara de ser "gaiato" comprando rendimento sem saber o que está por traz.
Simon.Salama em 27/03/2012 00:49
Olá Tetzner e pessoal,
Ainda não sou cotista de FIIs e estou bebendo na fonte aqui no fórum para me preparar melhor.
Tenho investimento em ações, parte do patrimônio em renda fixa e imóveis. Nestes últimos tempos minhas inversões novas são canalizadas para pagamento mensal de conjuntos comerciais (no RJ- Barra da Tijuca)
Me chamou atenção este debate sobre a desmobilização do HTMX11B, principalmente em vista do interesse flagrante do Gestor na rotatividade (via 20% de tx de performance nas vendas). O que acham?
Grande abraço
Simon
sotijolo em 27/03/2012 08:57
Tetzner,
Acho que devia ter na página de criação de login uma recomendação para o uso de nicks...
Bill Gates em 27/03/2012 09:09
Essa taxa de performance de 20% mostra, no mínimo, um baita conflito de interesses por parte do gestor.
Guitts em 28/03/2012 15:54
Simon, isso vale para os dois lados da moeda, tudo depende da gestão..

Se els quiserem, torram todo o portifólio apressadamente, configurando como você está pensando um conflito de interesses em se desfazer dos imóveis pra ganhar 20% do dinheiro dos cotistas.

Mas.... por outro lado se a gestão for bem feita, com vendas apenas das unidades mais vantajosas, ou seja, mais sobrevalorizadas, isso tudo sendo feito lenta e gradualmente à medida que os imóvoveis vão valorizando, aí é como o Tetzner falou.. eu ficarei muito feliz no lado de quem paga 20% pra não precisar trabalhar, gerir.. basicamente fazer nada, essa é a verdade.. e receber 80% desse ouro em pó.

Dessa maneira na prática você faz um investimento e vai descapitalizando e realizando os lucros gradualemnte ao longo dos anos até chegar a zero. tudo certo!
O pote de ouro no final do arco-iria ainda é não precisar pagar IR se você ficar até o final..

Tendo Maxinvest há algum tempo tenho toda a impressão que a gestão deles está mais pro 2o caso. Um exemplo: acho muito legal aqueles informativos que eles mandam pelo correio todo mês compartilhando informações, resultados, eventos, sazonalidade, valorização do patrimônio, vendas, etc. Não que isso só garanta nada, mas mostra um certo comprometimento em fazer a coisa bem feita.

Só torço mesmo pra essas vendas serem feitas de forma suficientemente lenta pra pegarmos um aquecimento da economia, turismo e mercado imobiliário em 2014 e 2016.
Até 2017 não largo meu HTMX por nada...
Asvidzinski em 28/03/2012 16:37
Esse ciclo de desinvestimento está sendo feito desde 2009 se eu não me engano.

De lá pra cá o número de unidades diminuiu menos de 5%

Por enquanto tá tranquilo
ferraro em 29/03/2012 12:24
Tetzner,
Caso htmx volte a ser top5 vc continua comprando mesmo a despeito das amortizações?O valor do yield e calculado pelo rendimento com ou sem amortizaçoes??
Vc e os demais que puderem opinar acham possivel quem ainda não tem cotas entrar neste fii se ele for top ou é arriscado devido as amortizações??
Desde ja agradeço aos que puderem ajudar.
Guitts em 29/03/2012 12:55
Asvidzinski, essa informação é quente, seria legal confirmar, alguém sabe confirmar, ou achar onde tem essa informação, da redução do patrimonio liquido do HTMX ao longo do tempo? Porque daí podemos fazer um paralelo com o preço das cotas, exemplo, se o HTMX liquida 1% e a cota sobe 2%, sabemos que pra mim é como se tivesse tido 3% de valorização.

Ferraro, se fosse pro curto prazo seria arriscado, porque as vezes o preço das cotas do HTMX dá uma oscilada pelo menos foi assim no final do ano passado quando eles venderam algumas unidades a cotação caiu um pouco. é claro que nos próximos meses fomos brindados com as amortizações, distribuindo 1,5-2,5% a.m.

Mas imagino que sua ideia é pro longo prazo, é claro. Nesse caso, minha humilde recomendação é, manda ver.. dividindo em mais de um aporte pra reduzir o risco de uma oscilação pontual.
O que pensam os outros?
Zelson em 03/04/2012 11:25
HTMX11B despencando 5% hoje, algum fato relevante???
Ah se tivesse grana em caixa...
Dias1 em 03/04/2012 11:33
Esse fundo subiu demais por euforia e desinformação do mercado. Ele vem caindo ha muitos dias e hoje está sofrendo mais.

Vejo isso como apenas uma correção do mercado.

Muita gente interpretava a amortização e distribuição do lucro das vendas das unidades como rendimento e sobrevalorizaram a cota.
Dias1 em 03/04/2012 11:33
Ja caiu pra 9%
Asvidzinski em 03/04/2012 11:37
O mercado de FIs ainda é muito imperfeito. É comum observar distorções como estas. Diferente do mercado de ações que em geral ajusta as distorções sem a gente nem perceber
Guitts em 13/04/2012 17:43
Pessoal,

Achei isso interessante no relatório de Março e resolvi destacar aqui, já que esse assunto é uma núvem que pairou no ar por aqui por alguns posts.

Patrimônio do Fundo:

"Durante o mês de março, foram vendidos cinco apartamentos por
valores, em média, duas vezes e meia superiores aos preços de aquisição
atualizados pelo IPCA (...)"

E a parte importante que queria destacar:

"Desde que a reciclagem da carteira começou, em abril de 2009, foram vendidos 118
apartamentos e outros 98 apartamentos foram adquiridos. Ao final do
mês de março, a carteira do Fundo era composta por 565 apartamentos."

Vejo que muita gente (e me incluo aí) gosta e investe no Maxinvest, por motivos já amplamente citados acima, mas não tinha claro as proporções e métricas involvidas na vendas de flats e desinvestimento.

Com a informação acima tirei minhas conclusões de que a venda de flats é pequena em relação à renovação (quando há venda e recompra de outros), e mais ainda em relação ao patrimônio do fundo, principalmente considerando as valorizações que eles tem conseguido (frequentemente 2.5x o valor de compra), certamente vendendo os mais valorizados e comprando flats com bom potencial de valorização.
_alex em 16/04/2012 16:40
Guittis,

Pelo que pude verificar, NÃO existe mais a compra de novos apartamentos/flats desde Setembro/2011. Conforme consta nos relatórios o fundo só vem efetuando a venda de flats. Veja que desde aquele relatório, o número de de imóveis adquiridos permanece o mesmo: 98 imóveis.

Deste modo a distribuição referente ao aluguel tende a ficar cada vez menor, sendo compensada com a distribuição do lucro sobre a venda dos imóveis e a amortização das cotas.
nick2011 em 30/04/2012 17:51
Bom pra caramba
ferraro em 01/05/2012 11:05
teve amortização este mes?
se a cota não subiu muito vai ser top5.
nick2011 em 01/05/2012 11:14
Mal de alguns brasileiros, kkkk. Não tenho do que reclamar, para quem não sabia nem da existência dos FII´s até há alguns meses atrás estou aprendendo muito com o grupo, tem horas que a rendimento vai ser melhor, outras nem tanto, o importante é o dinheiro estar, no geral, com rendimentos satisfatórios, e pra mim, acima de 1% sem IR, come cotas, taxas de administração etc... tá bom demais. Dizem que quem muito quer pouco tem, se é verdade eu não sei, mas quem muito quer também vai ter que se arriscar muito.
rsvalentini em 01/05/2012 11:16
Considerando meu valor de compra, o rendimento é de 1,32%. Mais do que excelente.

Olhando a média dos rendimentos, esse fundo tem conseguido se manter bem dentro da faixa de 0,9% a 1%.
nick2011 em 01/05/2012 11:17
A cota está mais barata do que no mês passado, R$264,00 (data de hoje) contra R$267,99 da planilha que Tetzner postou, já esteve mais barato mas com a queda da Selic, acredito que no geral os FII´s vão se valorizar mais.
nick2011 em 01/05/2012 11:25
rsvalentini. 1,32 é bem mais que excelente mesmo. Estou acompanhando a planilha do Tetzner a pouco tempo, uma hora eu chego nesses patamares ae também. rsrsrsrs
Ramorim em 05/06/2012 13:26
Esse mês vem com nova amortização de 2 reais e pouco.

Pergunta: Já houveram algumas amortizações. Alguém sabe quanto tá valendo a cota a preço de lançamento? Falta quanto ser amortizado para o fundo fechar o capital, caso queira??
foguinho em 05/06/2012 14:00
Não teve amortização este mês Ramorim:

Renda/Cota equivalente à operação das unidades hoteleiras em março R$ 1,60


Renda/Cota equivalente ao lucro com a venda dos imóveis em abril R$ 1,36


Distribuição/Cota equivalente à amortização parcial das cotas R$ 0,00
Ramorim em 05/06/2012 14:07
Foguinho, me refiro ao mês de junho, a parcela que vai ser paga no dia 11 e que ficou ex-rendimentos no dia 01.

Segundo a tabela do Tetzner, foram 2,55 de rendimentos e 2,44 de amortização.

To viajando?
foguinho em 05/06/2012 14:19
tá não, estes dados foram do mês de maio...

esta nova fração de amortização ainda não sabia...

[[]]
victorhxavier em 05/06/2012 16:18
Não consegui encontrar nas demonstrações financeiras esse valor de amortização de R$2,44. Você viu esta informação em algum lugar além da tabela do Tetzner?
evs em 05/06/2012 16:21
Saiu num comunicado no plantão empresas no dia 01.06. (mas ainda nao está disponível no site na area de FII)
victorhxavier em 05/06/2012 18:00
(31/05) FII HOTEL MX (HTMX - MB) - Distribuicao de Rendimento e amortizacao
DR: Rodrigo da Costa Mennocchi


A Brazilian Mortgages Companhia Hipotecaria, na qualidade de administradora do
Fundo de Investimento Imobiliario Hotel Maxinvest, informou que em 08/06/2012
dara inicio ao pagamento do rendimento, relativo ao mes de Maio/2012, no valor
de R$ 2,55111121 por cota e que em 11/06/2012 dara inicio ao pagamento de
amortizacao, no valor de R$ 2,44 cota, com base na posicao de cotistas de
31/05/2012.

Declarou ainda que o Fundo se enquadra no inciso III do art. 3 da Lei 11.033
alterada.

Norma: a partir de 01/06/2012, cotas ex-rendimento e ex-amortizacao.



Boa, Evs!!!
_alex em 08/07/2013 09:45
Do relatório de Julho/2013:

" Durante o mês de junho, foram vendidos 8 apartamentos por valores,
em média, duas vezes e meia superiores aos preços de aquisição
atualizados pelo IPCA, gerando a receita com venda de R$ 2.134.306,49
que após a dedução da taxa de performance, resultou em lucro líquido
de R$ 1.760.509,99, ou aproximadamente R$ 2,46 por cota. Desde que
o ciclo de desinvestimento começou, foram vendidas 144 unidades e
amortizado R$ 19,45 por cota. Ao final do mês de junho, a carteira do
Fundo era composta por 464 apartamentos em 35 hotéis."
sotijolo em 08/07/2013 10:41
Com "Regra de Três" no lucro e na amortização:

R$ 62,67 + R$ 142,68 = R$ 205,35

e o fundo acaba
fernando_bel em 08/07/2013 11:06
Sotijolo, só bateu parte da conta

Considerando que julho foi distribuido R$ 3,85 - sendo 2,46 de amortização e R$ 1,39 de aluguel

- Se 2,46 por cota equivalem a amortização de 8 unidades, o valor da amortização das 464 restantes seria de R$ 142,68 - em 58 meses considerando a mesma velocidade de venda e lucro PU - Ok

- 58 meses vezes R$1,39 = R$ 80,62

Sendo então o valor provável de recebimento a valores de hoje R$223,30.

Alguém comenta?
André.PC em 08/07/2013 11:33
Você está assumindo que todas as unidades são idênticas, em valor de amortização. Uma hipótese bem frágil.
fernando_bel em 08/07/2013 11:35
Na verdade eu quero entender o raciocínio do sotijolo e tentei bater as contas.
André.PC em 08/07/2013 11:57
19,45÷144×464 = 62,67

O outro número eu não matei. Fazendo conta pela média histórica. Que melhora um tanto, mas supõe que a amortização está ocorrendo linearmente com a venda dos flats.

Não parece ser muito o caso, já que as amortizações ocorrem só de quando em quando, conquanto que as vendas tem ocorrido todos os meses.
 
sotijolo em 08/07/2013 13:07
o número é superficial porque só se baseia nos números do último relatório

mas se eu fosse cotista eu faria a mesma conta só que com um número maior de relatórios

Novidades para Hoje!

    Ferramentas

    O que você procura ?

    Últimos acessos

    Últimas dos Grupos

    Grupos em Destaque

    Ver todos  

    Últimas das Ações

    Ver todas

    Monitor de Mercado

    DJIA

    Siga o Bastter

    Siga o Bastter no Twitter Siga o Bastter no Facebook Siga o Bastter no Youtube

    Patrocinadores

    Bastter Blue



    Bastter Blue Grátis!

    Livros

    Quer aprender mais ?

    Anterior
    Combo Curso de Opções Bastter
    Introdução às Opções - Bastter
    Investindo em Opções - Nova Edição - Bastter
    Operando Opções - Bastter
    Pounce - A Estratégia Pounce de Investimentos - Ken Stern
    Pânico - A história da insanidade financeira moderna - Michael Lewis
    Eu Quero Ser Rico! - Bastter
    Sobreviva na Bolsa de Valores - Bastter
    Verdades e Lendas sobre Opções - Ricardo C. Hissa - Predador
    Aprenda a Vender e Operar Vendido - Alexander Elder
    Fique Rico Operando Opções: Estratégias Vencedoras - Lee Lowell
    Investindo em Ações no Longo Prazo - Jeremy J. Siegel
    O Jogo das Startups por Dentro da Parceria entre os Investidores de Risco e os Empreendedores - William H Draper iii
    Proximo